Campina Grande do Sul

Policial civil é preso suspeito de envolvimento em roubo de cargas

Lotado na Delegacia de Campina Grande do Sul, ele foi preso em casa, no bairro Boqueirão, em Curitiba.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) cumpriu, na manhã desta terça-feira, dia 2, um mandado de prisão preventiva contra um investigador de polícia, de 43 anos, envolvido com roubo de cargas de soja e milho na. O policial civil, lotado na Delegacia de Campina Grande do Sul, foi preso em sua residência, situada no bairro Boqueirão, em Curitiba. A ação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal. 

O servidor já estava sendo investigado há aproximadamente dois meses, quando a PCPR recuperou três carretas provenientes de roubo de cargas dentro de uma chácara localizada no Caminho dos Tropeiros, no município de Araucária. 

No local também foram encontrados caminhões com sinais de adulteração, com lacres de placas rompidos e numerações remarcadas, além de um conjunto de cavalo e carreta com alerta de roubo, ocorrido no dia 21 de abril deste ano na cidade de Paranaguá, Litoral do Estado. 

De acordo com as investigações, um dos caminhões apreendidos pertencia ao investigador. Conforme apurado o servidor possui ligação direta com o proprietário da chácara, o qual é suspeito de chefiar um dos maiores grupos criminosos que atuam no roubo de cargas de soja e milho na RMC. Até o momento, o homem encontra-se foragido. 

Em paralelo ao Inquérito Policial, foi instaurado um processo administrativo que irá apurar a conduta do servidor. O já encontra-se afastado de suas funções.