Campina Grande do Sul

Madeireira Taiguara, especializada em embalagens de madeira

A Madeireira Taiguara foi inaugurada em 1992.
Hoje, só trabalham com madeiras ecológicas, que são o pinus e o eucalipto (Foto: Divulgação)

'Hoje', 'Universo do teu corpo', são músicas (poemas) de um cantor que faleceu em 1996, Taiguara. E é o nome dado, em sua homenagem, a uma Madeireira em Campina Grande do Sul. Os sócios, os cunhados Delvio Bavaresco e Egidio Vaccari, eram seus fãs.

A Madeireira Taiguara foi inaugurada em 1992. Antes, Delvio (já falecido) e Egidio, que vieram de Chapecó, foram sócios da Transportadora Tróia, em Colombo. O gerente sempre foi – e é – Valderi Vieira de Souza. No começo, produziam forros, rodapés e madeiras em geral, inclusive de lei, que vinha do Mato Grosso. Hoje, só trabalham com madeiras ecológicas, que são o pinus e o eucalipto.

A especialidade são embalagens, pallets e caixas especiais para a área industrial. Atendem a muitas empresas da região, inclusive algumas desde 1994. Só de pallets são mais de 40 modelos, sob medida, atendendo as necessidades de cada cliente. Como muitas dessas empresas exportam, os produtos da Taiguara chegam aos Estados Unidos, México, Chile, Argentina e Itália.

São gerados aproximadamente 30 empregos diretos, uma equipe especializada para melhor atender os clientes. Máquinas modernas, com alta capacidade de produção diária, preços competitivos, estoque com mais de 2,5 mil metros cúbicos de madeira e uma estrutura com aproximadamente 20 mil metros quadrados, garantem o negócio. Há também a facilidade das matérias-primas, devido às muitas florestas nos arredores. Já o fácil acesso pela BR-116 torna a logística mais rápida e pontual.

O projeto para o futuro imediato é audacioso: transferir a unidade para uma nova área, mais ampla, mais moderna – o que está sendo providenciado com o apoio da Prefeitura Municipal. As simpáticas e atuantes secretárias, Mariana Vaccari e Nathalia Vaccari, são filhas de Egidio.