Campina Grande do Sul

Exemplo de fé e vida saudável, campinense de 90 anos vence o coronavírus

Manoel Cordeiro da Rosa, que recebeu alta nesta segunda-feira, dia 14, envia uma mensagem para quem está lutando contra a doença.
"Sempre acreditei muito em Deus. Além disso, tenho uma alimentação saudável, nunca tive vícios e mantenho a vacinação em dia", conta o idoso

Manoel Cordeiro da Rosa, de 90 anos, morador da Jaguatirica, na área rural de Campina Grande do Sul, venceu o novo coronavírus (Covid-19). Ele recebeu alta nesta segunda-feira, dia 14, depois de quatro dias internado no Hospital Angelina Caron. 

De volta em casa, ao lado da família, o patriarca envia uma mensagem a todos que enfrentam a doença. "Quero passar a minha experiência para quem está nessa luta. Deus é maior que as dificuldades. Com Ele em primeiro lugar e o trabalho dos profissionais de Saúde, vocês também terão estrutura para superar". 

Seu Manoel, que é pastor conselheiro na Igreja Evangélica Assembleia de Deus, manda um recado especial à família do prefeito do município, Bihl Zanetti, que está internado com Covid-19. "Assim como eu venci, com Deus trabalhando de uma forma tão extraordinária, vocês também vão vencer e serão felizes". 
 

Ele manda um recado especial à família do prefeito Bihl Zanetti, internado com Covid-19.

O idoso atribui sua recuperação à fé e à rotina saudável. "Sempre acreditei muito em Deus, isso me fortalecia dia a dia. Além disso, tenho uma alimentação saudável e nunca tive vícios. Outra coisa que creio que me ajudou a vencer essa batalha é ter a vacinação contra a gripe em dia. Não deixei de me vacinar em nenhuma campanha".

"Sem dúvida, o estilo de vida que ele leva, sempre muito ativo e cuidadoso com a saúde, foi fundamental no enfrentamento à Covid", comenta Marilda Schwartz, coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município. 

Pai de 15 filhos, avô, bisavô e tataravô, Seu Manoel mora com a esposa, Dona Maria do Carmo, com quem é casado há 29 anos, além de duas filhas, um genro e três netos. Os parentes mais próximos dele também foram testados. Nem todos os resultados estão prontos, mas, até agora, ninguém foi diagnosticado com a doença na família. 

HISTÓRICO

Seu Manoel foi infectado mesmo seguindo todos os cuidados sanitários recomendados. Ele começou a apresentar sintomas gripais no dia 31 de agosto. No dia 4 de setembro, procurou atendimento médico e, mesmo sem o diagnóstico confirmado, iniciou o tratamento com os medicamentos protocolares no tratamento do novo coronavírus.

Cinco dias depois, com o resultado positivo para a Covid-19, a medicação e o isolamento foram intensificados. Na quinta-feira passada, dia 10, os sintomas se agravaram e ele precisou continuar o tratamento no hospital. Além da medicação, ele recebeu oxigênio - a oxigenação dele chegou a 88%, enquanto o normal é 95% ou mais. Contrariando as estatísticas, mesmo com a idade avançada, Seu Manoel não precisou de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nem de intubação. 

Ele não precisou de UTI nem de intubação.

"A equipe do hospital, muito atenciosa, sempre nos dava informações de que ele estava reagindo bem e de que o tratamento estava evoluindo", conta a neta, Elisiane. "Em nome de toda a nossa família, obrigada a todos pelo apoio e orações. Agradecemos também a equipe do município, tanto a da unidade de saúde que nos atendeu como o pessoal da Vigilância", completa. 

BOLETIM

Campina Grande do Sul tem um total de 940 casos confirmados de Covid-19, segundo o último boletim divulgado pela prefeitura. Entre eles, 868 pacientes estão recuperados, seis estão internados e os demais estão em isolamento domiciliar. O número de óbitos de moradores do município causados pela doença somam 21. 

Confira o recado do Seu Manoel no vídeo:

 

Veja o momento em que ele recebeu alta: